Gang responsável por robos violentos desmantelado pela Polícia Judiciária após tiroteio

Gang roubos violentos pistoleiros no Porto

Um Gang, responsável por vários roubos desmantelado na sequência dos eventos ocorridos nesta quinta-feira. Os suspeitos terão iniciado os crimes violentos à cerca de um mês, com recurso a arma de fogo.

O grupo é suspeito de nesse período ter cometido cerca de 30 crimes de roubo em estabelecimento, roubo de viatura, roubo de posto de combustíveis, bem como crime de incêndio homicídio na forma tentada.

Terá sido este grupo responsável pela onda de crimes que aconteceram na noite de quinta-feira passada (de 14 para 15 de Novembro, também aqui noticiado), com recurso a armas de fogo, disparadas várias vezes no decurso dos crimes.

O mesmo grupo terá também no fim de semana passado, na noite de 16 para 17 de Novembro cometido mais três crimes, sendo possível a detenção de um dos membros do Gang, numa perseguição que acabou no Porto.

O membro detido é conhecido como “O Rambo de Famalicão” e estava em liberdade condicional, sendo também suspeito de vários crimes violentos. O suspeito ficou em prisão preventiva, mas neste dia os outros dois membros do gang conseguiram escapar.

No seguimento de uma operação Policial, com o intuito da detenção dos dois membros restantes do Gang, ocorreu uma perseguição que teve início no Bairro do Cerco, no Porto.

Os suspeitos puseram-se em fuga numa viatura (que mais tarde se confirmou ter sido furtada) em alta velocidade, perseguidos por várias viaturas da Polícia Judiciária.

Em Avintes, Gaia, a viatura em que os suspeitos seguiam despistou-se, podendo assim a Judiciária rodear os suspeitos. Um deles tentou fugir a pé mas foi rapidamente detido. O segundo suspeito no entanto, resistiu e começou a atirar em direção aos agentes.

Os agentes reagiram também com tiros, acabando por ferir o suspeito, que foi levado para o hospital.

Os detidos, com idades entre os 20 e os 27 anos de idade, e com antecedentes criminais, foram conduzidos ao hospital e serão presentes logo que possível ao primeiro interrogatório judicial para as respetivas medidas de coação.

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp

Siga-nos no FACEBOOK

Outras Notícias

Veja também

Junte-se ao grupo Alerta Crime Portugal

Alertas de furto e roubo

Ocorrências Registadas pela Comunidade

Foi vítima de Crime?