Três acusados em esquema de furto de viaturas e falsificação em Santo Tirso

Dois carros vermelhos

O ministério público de Guimarães acusou três arguidos por estarem envolvidos num esquema de furto e falsificação de viaturas em Santo Tirso.

Um dos arguidos terá procedido ao furto de duas viaturas em Setembro de 2016 e Janeiro de 2018, uma delas numa garagem coletiva e a outra num stand automóvel em Santo Tirso.

Os outros dois arguidos terão comprado estas viaturas, sabendo da sua proveniência ilícita, procedendo ao seu desmantelamento e utilizando as peças para reconstruir viaturas que adquiriram na Alemanha.

Uma das viaturas furtadas estava avaliada em 23 mil euros e a outra em 28 mil euros.

As viaturas furtadas terão sido desmanteladas em duas oficinas em Moreira de Cónegos e uma oficina em Guimarães. As peças e partes das viaturas foram utilizadas na reconstrução das viaturas importadas da Alemanha, que estavam acidentadas.

Durante o processo, foram alteradas as marcações correspondentes à identificação dos veículos furtados, para que correspondessem à identificação dos veículos importados.

Após a reconstrução, as viaturas foram legalizadas junto das autoridades portuguesas para obter a documentação legal necessária para posterior venda a terceiros.

Uma das viaturas reconstruídas foi vendida por 24.450 euros .

A Procuradoria-Geral Distrital do Porto refere que dois arguidos estão acusados da prática de um crime de burla qualificada, dois crimes de recetação, de três crimes de falsificação de documento, bem como dois crimes de falsas declarações.

Imagem Ilustrativa: Flickr

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp

Siga-nos no FACEBOOK

Outras Notícias

Veja também

Junte-se ao grupo Alerta Crime Portugal

Foi vítima de Crime?