Ladrão de automóveis detido após embater em carro da GNR ao tentar fuga

Carrinha furtada, destruida por embate em fuga à GNR

Há algumas semanas relatamos aqui o caso em que agentes da PSP intercetaram em São João da Madeira, um casal que estava a tentar furtar a viatura. Após tentarem atropelar os agentes, os mesmos abriram fogo, atingindo fatalmente a mulher, de 23 anos de idade.

Pode ler aqui a notícia original: Mulher baleada enquanto tentava furtar viatura em São João da Madeira

Após a fuga, o suspeito, homem do casal, abandou a namorada no hospital e evadiu-se sem deixar rasto.

Sabe-se agora que o suspeito, de nome André, mais conhecido como “Pirata” mudou a sua aparência para se evadir às autoridades, pintando o cabelo de louro.

O detido, com 29 anos de idade, natural de São João da Madeira, estava a cumprir pena por furto, tráfico de estupefacientes e amaças com recurso a arma branca, antes de ser libertado devido às medidas de combate à Pandemia COVID-19.

No dia 16 de Outubro, militares da GNR reconheceram a matrícula de uma carrinha que estava dada como furtada. Ao tentar abordar a viatura, os dois suspeitos iniciaram uma fuga, efetuando condução perigosa e conduzindo em contramão.

A perseguição pelas ruas de Adaúfe, Braga acabou quando o condutor da carrinha perdeu o controlo da viatura e embateu contra um muro. Após o embate o cúmplice, Fernando, de 23 anos de idade e residente em Vila Nova de Gaia, foi detido

No entanto, André inciou uma fuga apeada que só terminaria 3 horas depois, após ser montada uma caça ao homem pelos militares da GNR.

Um militar da GNR que se encontrava de folga, decidiu pegar no seu motociclo e assistir na caça ao homem. Acabou por detetar o suspeito, escondido atrás de uma capela mortuária nessa mesma localidade.

Após informar os restantes militares, estes rapidamente se deslocaram ao local, resultando na detenção do suspeito em fuga.

O JN registou o momento da detenção em vídeo, pode ver clicando aqui.

Os suspeitos foram presentes às autoridades judiciais e consequentemente foram postos em Prisão Preventiva.

Ao sair da prisão, André foi insultado por amigos do cúmplice. De acordo com eles, André terá enganado e aliciado Fernando, prometendo ilibar Fernando caso fossem apanhados. Em tribunal ficou em silêncio, o que resultou na prisão preventiva de ambos.

Veja a reportagem da TVI sobre o caso, clicando aqui.

Imagem: Captura de ecrã – reportagem da TVI.

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp

Siga-nos no FACEBOOK

Outras Notícias

Veja também

Junte-se ao grupo Alerta Crime Portugal

Foi vítima de Crime?